Destaques da lavoura orizícola no último ano recebem Pá de Arroz 


Símbolo do trabalho do orizicultor, a Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul  (Federarroz) homenageou diversas personalidades com a Pá de Arroz na noite de quinta-feira, 17 de fevereiro. As distinções foram concedidas aos eleitos por uma comissão formada por diversas entidades. O grupo de pessoas com o reconhecimento se destacou por seus esforços a favor do desenvolvimento do setor no ano passado. O ato solene foi realizado durante a programação da 32ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz, na Estação Terras Baixas da Embrapa Clima Temperado, em Capão do Leão (RS).

O Prêmio Pá de Arroz é dividido em diversas distinções. Os agraciados com o reconhecimento foram: Lucas Christofer Sena (categoria Amigo da Lavoura), Marjorie Kauffmann (categoria Técnica Estadual), Guilherme Gadret da Silva (categoria Mercado Externo), Domingos Antônio Velho Lopes (categoria Sustentabilidade); Anderson Belloli (categoria homenageado especial), Frederico Wolf (categoria Produtor Destaque) e os produtores Marlon Fraga e Matheus Fraga (categoria Lavoura Nota 10). 

Em uma cerimônia com muitos aplausos, o presidente da Federarroz, Alexandre Velho, explicou sobre os motivos da importante premiação.  “O reconhecimento que esta entidade tem hoje em Brasília, pelo Brasil e aqui no Rio Grande do Sul é um legado muito importante que eu tive a honra de continuar. Acredito muito no trabalho em equipe, unificado das entidades. A nossa união é a nossa força”, apontou. 

Para Velho, os produtores precisam cada vez mais honrar a responsabilidade que possuem e que garantiram em plena pandemia a segurança alimentar nacional. “Diante desta responsabilidade, vamos continuar buscando informação e as ferramentas necessárias para cada vez mais termos viabilidade nos negócios”, afirmou, complementando que os mesmos encaram com muita seriedade a atividade e merecem o reconhecimento da sociedade, assim como os agricultores “que têm uma indústria a céu aberto, correm riscos e tomam crédito”. 

A noite especial também teve o reconhecimento do trabalho e dedicação na edição passada da Abertura Oficial da Colheita do Arroz, marcada por diversos desafios, de André Amaro Farias, Thiago de Moraes Melo e Henrique Walner Alves Feijó. Pelas ações de Responsabilidade Social durante a pandemia junto a sua comunidade, a Associação dos Arrozeiros de Uruguaiana, representada por seu presidente, Roberto Fagundes, também foi homenageada. E, por suas fundamentais contribuições para a concretização do evento este ano, fortalecendo a produção de alimentos em Terras Baixas, o chefe Geral da Embrapa Clima Temperado, Roberto Pedroso de Oliveira, também foi destacado. Cada um dos agraciados recebeu uma placa.

A entrega teve transmissão on-line no site www.colheitadoarroz.com.br e o patrocínio de Supremo Insumos Josapar e Wilson Sons. A 32ª Abertura Oficial da Colheita do Arroz se encerra nesta sexta-feira, 18 de fevereiro, quando em ato especial as colheitadeiras serão acionadas na lavoura batizada de Breno Prates em homenagem ao fundador da Federarroz, com a presença de diversas autoridades. O evento é organizado pela entidade com correalização da Embrapa e patrocínio Premium do Irga e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Foto: Paulo Rossi/Divulgação
Texto: Larissa Mamouna/AgroEffective

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.